segunda-feira, 26 de julho de 2021

Apresente-se em tupi antigo

Para se apresentar, comece cumprimentando a todos:

Abá gûé!
Olá, pessoal!
(falado por homens)

Abá îú!
Olá, pessoal!
(falado por mulher)

A palavras abá significa "pessoa(s)", embora também possa ser usado como "homem(ns)", quando se faz oposição a kunhã (mulher), ou como "índio", quando se faz oposição a karaíba (homem branco). No entanto, para esses fins, existe apŷaba (homem, varão, macho) e abauna (homem escuro, homem negro, que era como os indígenas se diferenciavam dos europeus), ou mesmo os nomes das etnias particulares.


Diga o seu nome:

Xe rera João.
Meu nome é João.

Xe rera Maria.
Meu nome é Maria.

Para mais detalhes, veja:
https://tupibrasileiro.blogspot.com/2021/07/como-dizer-meu-nome-e-fulano-em-tupi.html


Diga a sua idade:

Arekó 18 akaîu-'aîuba.
Tenho 18 anos.

Arekó 60 akaîu-'aîuba.
Tenho 60 anos.

Para mais detalhes, veja:
https://tupibrasileiro.blogspot.com/2021/07/como-dizer-idade-em-tupi.html


Diga o que você faz:


Ixé nhembo'esara.
Eu sou estudante.

Ixé morombo'esara.
Eu sou estudante.

Ixé poroposanongar.
Eu curo pessoas.
Eu sou médico.

Para outras profissões e atividades:

https://tupibrasileiro.blogspot.com/2021/07/como-dizer-minha-profissao-ou-ocupacao.html

https://tupibrasileiro.blogspot.com/2021/07/profissoes-intelectuais-e.html

https://tupibrasileiro.blogspot.com/2021/07/como-se-diz-sou-um-estudante-em-tupi.html


Diga do que você gosta, usando a seguinte estrutura:

Xe moapysyk ____.
Gosto de _____.
(literalmente: Me agrada _____.)

Veja alguns exemplos:

Xe moapysyk mimbaba.
Gosto de animais de estimação.

Xe moapysyk (mimbaba) îagûara. 
Gosto de cachorros (de estimação).

Xe moapysyk (mimbaba) marakaîá.
Gosto de gatos (de estimação).

Xe moapysyk ybá.
Gosto de fruta(s).

Xe moapysyk ybá karu.
Gosto de comer fruta(s).

Xe moapysyk ybá karu.
Gosto de comer fruta(s).

Xe moapysyk kafery kamby ndi.
Gosto de café com leite.

Xe moapysyk îepé.
Gosto de você.
Você me agrada.

Asaûsub Tupã.
Amo a Deus.

Tupã xe moapysyk.
Deus me agrada.
Deus me sacia.

Para ver mais exemplos e aprender mais sobre o uso do verbo moapysyk, veja:

https://tupibrasileiro.blogspot.com/2021/07/como-se-diz-gostar-em-tupi.html


Diga onde e com quem você mora:

Xe sy irũ-mo aîkobé.
Moro junto com a minha mãe.

Aîkó xe sy, xe ruba abé irũnamo.
Moro com minha mãe e meu pai.

Caso precise de mais vocabulário de parentesco, veja:

Kó taba pupé aîkó.
Moro nesta cidade.

Rerityba pupé aîkó xe anama irũnamo.
Moro em Reritiba com minha família.
Fonte: Navarro, Método Moderno de Tupi Antigo

São Paulo pupé aîkó Maria irũnamo.
Moro em São Paulo com Maria.

Aîkobé Belo Horizonte-pe.
Moro em Belo Horizonte.

Para saber mais, veja:
https://tupibrasileiro.blogspot.com/2021/07/como-se-diz-morar-em-tupi.html


Em breve, acrescentaremos mais exemplos e vocabulário a este guia. Se quiser aprender a dizer algo específico, pergunte no comentário. Pode ser que eu saiba e pode ser que não, mas posso pesquisar em minhas fontes.

Parentesco em tupi

Emerson Costa está transcrevendo o Catecismo na Língua Brasílica (Padre Antônio de Araújo) para o ortografia usada pelos especialistas atualmente.

https://sites.google.com/site/catecismonalinguabrasilica/

No site, encontramos a Tabuada dos nomes de parentesco que há na língua Brasílica, muito útil para aprender a nomenclatura de parentesco do tupi.

Veja:

https://sites.google.com/site/catecismonalinguabrasilica/clb/06-14

Como dizer "pai", "mãe", "filho" e "filha" eu tupi?

PAI

ub - radical de "pai"

tuba - pai, o pai

xe ruba - meu pai

xe rub, ... - meu pai, ... (vocativo, chamando para continuar falar algo)

paí! - ó meu pai! (vocativo)

nde ruba - teu pai / vosso pai / pai de vocês

tuba - pai dele(a)(s)

abá ruba - pai da pessoa

João ruba - pai de João

Maria ruba - pai de Maria


MÃE

sy - radical de "mãe"

sy - mãe, a mãe

xe sy - minha mãe

xe sy, ... - minha mãe, ... (vocativo, chamando para continuar a falar algo)

aí! - ó minha mãe! (vocativo)

nde sy - tua mãe

abá sy - mãe da pessoa

João sy - mãe de João

Maria sy - mãe de Maria


FILHOS

membyra - filho ou filha (em relação à mãe)

xe membyra - meu filho ou minha filha (se eu for a mãe)

xe membykunhã - minha filha (se eu for a mãe)

xe membyrapŷaba - meu filho (se eu for a mãe)

nde membyra - teu filho ou tua filha (se tu fores a mãe)

nde membykunhã - tua filha (se tu fores a mãe)

nde membyrapŷaba - teu filho (se tu fores a mãe)

kunhã membyra - o(a) filho(a) dela (da mulher)

i membyra - o(a) filho(a) dela

Maria membyra - filho ou filha de Maria

o membyra - seu próprio filho (em frase reflexiva cujo sujeito é a mãe e o objeto é o filho)


ta'yra - filho (em relação ao pai)

taîyra - filha (em relação ao pai)

xe ra'yra - meu filho (se eu for o pai)

xe raîyra - minha filha (se eu for o pai)

nde ra'yra - teu filho (se tu fores o pai)

nde raîyra - tua filha (se tu fores o pai)

ta'yra - filho dele

taîyra - filha dele

João ra'yra - filho de João

João raîyra - filho de João

o a'yra - filho dele próprio (em frase reflexiva)

o aîyra - filha dele próprio (em frase reflexiva)

Como se diz "morar" em tupi? (morar com / morar em)

Para dizer morar, usa-se îkó ou îkobé com o devido prefixo de conjugação: aîkó (eu moro), ereîkobé (tu moras) etc.

îko, îkobé
morar

Para se dizer com quem se mora, coloca-se o nome da pessoa seguido de irũnamo (ou irũ-mo), que significa "junto com":

Aîkó Peró irũnamo.
Moro com Pedro.
Fonte: Anchieta, VLB

Xe sy irũ-mo aîkobé.
Moro junto com a minha mãe.

Aîkó xe sy, xe ruba abé irũnamo.
Moro com minha mãe e meu pai.

Para se dizer onde se mora, usa-se pupé ou -pe

Kó taba pupé aîkó.
Moro nesta aldeia.

Rerityba pupé aîkó xe anama irũnamo.
Moro em Reritiba com minha família.
Fonte: Navarro, Método Moderno de Tupi Antigo

Aîkobé Belo Horizonte-pe.
Moro em Belo Horizonte.

Brasil-tepe aîkobé.
Moro no Brasil.


Lista de ocupações/profissões (português-tupi)

Vamos compilar aqui nomes de profissões, ocupações, atividades, condições e títulos, organizadas em ordem alfabética para o português. Se você puder contribuir, deixe um comentário.  Algumas traduções ao tupi são registradas em dicionários ou na literatura em tupi clássico, enquanto outras vêm de extensões do significado a profissões modernas e do processo de formação de novas que é próprio do tupi, que é uma língua aglutinante. Para traduções que não forem bem estabelecidas, esclarecimentos serão dados entre colchetes, como no exemplo "especialista - kuapara [conhecedor]", em que está implícito que a tradução "especialista" é uma extensão da tradução "conhecedor", já bem estabelecida. Caso queira a lista ordenada para as palavras em tupi, veja nossa outra postagem.


alfaiate - aomonhangara

armeiro - itaaob monhangara

artesão - monhangara ["fazedor"]

barbeiro - poroapindara

cacique - morubixaba

cantor - nhe'engasara

chacareiro - mba'etymbara

chefe - morubixaba

conhecedor - kuapara

construtor (de coisas diversas) - monhangara ["fazedor"]

cozinheiro - mba'emoîypara

cuidador - morerekoara [guardião de pessoas]

curandeiro - paîé [pajé];  poroposanongara [curador, médico]

especialista - kuapara [conhecedor]

estudante - nhembo'esara ["o que tem como ocupação instruir-se"]

fabricante - monhangara

farmacêutico - poroposanongara [remediador]

fazendeiro - mba'etymbara

guarda - terekoara [guardião]

guardião - morerekoara, terekoara

intérprete - nhe'engerekoara

instrutor - morombo'esara

médico - poroposanongara

nadador - 'ytab

pajé - paîé

pedreiro - itamonhangara

porta-voz - nhe'engerekoara

professor - morombo'esara

sábio - mba'ekugûaba

taipeiro - ybyokamonhangara

tosquiador - poroapindara

tradutor - nhe'engerekoara

treinador - morombo'esara [instrutor]; terekoara [regente]

vendedor - mba'ema'eĩndara


Lista de ocupações/profissões (tupi-português)

Vamos compilar aqui nomes de profissões, ocupações, atividades, condições e títulos, organizadas em ordem alfabética para o tupi. Se você puder contribuir, deixe um comentário. Alguns nomes são registrados em dicionários ou na literatura em tupi clássico, enquanto outros vêm de extensões do significado a profissões modernas e dos processos de formação de palavras que são próprios do tupi. Para traduções que não forem bem estabelecidas, usaremos dois-pontos como no exemplo "kuapara - conhecedor: especialista", em que está implícito que a tradução "especialista" é uma extensão da tradução "conhecedor", já bem estabelecida. Para palavras com múltiplos significados, podemos colocar os esclarecimentos em colchetes, como em "terekoara: guardião; regente; [guardião] policial; [regente] maestro". Caso queira a lista ordenada para as palavras em português, veja nossa outra postagem.


itaaob monhangara - armeiro

itamonhangara - pedreiro: trabalhador siderúrgico/metalúrgico, ferreiro, cuteleiro

kuapara - conhecedor: especialista

mba'ema'eĩndara - vendedor, mercador, comerciante

mba'emonhangara - oficial

mba'emoîypara - cozinheiro

mba'ekugûaba - sábio: estudioso, especialista, mestre

mba'ekuapara - letrado: intelectual, bacharel, doutor

mba'etymbara - hortelão: agricultor, cultivador, chacareiro, fazendeiro

monhangara - fabricante, artesão, construtor

aomonhangara - alfaiate, fabricante de roupas

morerekoara: guardião; cuidador; regente; [guardião] policial; [cuidador] tratador, cuidador de idosos, babá; [regente] maestro

morombo'esara - professor, ensinador, instrutor; [instrutor] treinador

nhembo'esara - estudante ["o que tem como ocupação instruir-se"]

nhe'engerekoara - tradutor, intérprete; porta-voz

nhe'engasara - cantor

paîé - pajé: curandeiro

poroapindara - barbeiro, tosquiador

poroposanongara - médico, remediador, curador; [remediador] farmacêutico; [curador] profissional de saúde

terekoara: guardião; cuidador; regente; [guardião] policial; [cuidador] tratador, cuidador de idosos, babá; [regente] maestro

ybyokamonhangara - taipeiro: construtor de paredes ou casas, pedreiro

'ytab - nadador

Como se diz "gostar" em tupi?

Já vimos que "amar" é aûsub. Existe também a palavra moapysyk, formada pelo adjetivo apysyk, que significa "satisfeito", e o prefixo mo-, que tem o sentido de "tornar", "fazer ficar". Portanto, moapysky é "tornar satisfeito", podendo ser traduzido como "agradar". Assim, o sujeito não é a pessoa que gosta, mas sim a coisa que agrada. Em vez de dizermos "eu gosto de maracujá", o que dizemos é "maracujá me agrada".

Murukuîá xe moapysyk.
Maracujá me agrada.

É similar ao verbo gustar do espanhol, que também tem o que se gosta como sujeito.

Me gusta la fruta.
Me agrada a fruta.

Se fruta é passada para o plural, o verbo também passa, pois a fruta é o sujeito da oração.

Me gustan las frutas.
Me agradam as frutas.

Isso não ocorre com o verbo "gostar" em português, pois dizemos "eu gosto da fruta" e "eu gosto das frutas" sem modificação no verbo, que concordo com o pronome "eu".

No espanhol, embora quem gosta seja o objeto, não o sujeito, do verbo gustar, costuma-se colocar o sujeito (no exemplo, las frutas) no final da frase, talvez porque se trata de um sujeito que parece ser objeto. Afinal, a pessoa que gosta é que desempenha a "ação" de gostar, enquanto a coisa gostada é passiva. O mesmo ocorre em tupi, sendo comum colocar o sujeito (a coisa gostada) no final da frase. Em vez de murukuîá xe moapysyk, é mais natural escrever xe moapysyk murukuîá.

Xe moapysyk murukuîá.
Me agrada maracujá.
Gosto de maracujá.

A norma culta mandaria usar "agrada-me" em vez de "me agrada" no início de frases, mas a forma popular "me agrada" permite melhor paralelo com xe moapysyk.

Xe moapysyk mimbaba.
Me agradam os animais de estimação.
Gosto de animais de estimação.

A tradução também poderia ser "gosto do animal de estimação", pois os substantivos em tupi não marcam obrigatoriamente o singular e o plural, nem se os substantivos são definidos ou indefinidos. Existem maneiras de fazer esses tipos de especificação se for absolutamente necessário, que trataremos em outro momento. Note que apenas 8% das línguas do mundo têm artigo definido e indefinido (veja), embora a um falante de línguas europeias eles pareçam ser necessários.

Xe moapysyk (mimbaba) îagûara. 
Gosto de cachorros (de estimação).

Xe moapysyk (mimbaba) marakaîá.
Gosto de gatos (de estimação).

Para dizer que não gosta de algo, coloque nda antes do verbo, e de seu pronome se houver, e i imediatamente após o verbo.

Nda xe moapysyk-i (mimbaba) marakaîá.
Não gosto de gatos (de estimação).

Para dizer que gosta de alguma atividade, use um verbo no infinitivo como sujeito.

Karu xe moapysyk.
Comer me agrada.
Gosto de comer.

Murukuîá karu xe moapysyk.
Comer maracujá me agrada.
Gosto de comer maracujá.

Xe moapysyk murukuîá karu.
Me agrada comer maracujá.
Gosto de comer maracujá.

Xe moapysyk murukuîá karu.
Gosto de comer maracujá.

Nda xe moapysyk-i murukuîá (karu).
Não gosto de (comer) maracujá.

Xe moapysyk murukuîá karu.
Gosto de comer maracujá.

Xe moapysyk ybá.
Gosto de fruta(s).

Xe moapysyk ybá karu.
Gosto de comer fruta(s).

Xe moapysyk ybá karu.
Gosto de comer fruta(s).

Xe moapysyk kafery kamby ndi.
Gosto de café com leite.

A palavra ndi signifca "com" mas vem depois da palavra a que se aplica, como a maioria das partículas do tupi que funcionam como as preposições e conjuções do português. Para dizer "com leite", diz-se "leite-com" (kamby ndi). Assim, kafery kamby ndi é algo como "café leite-com", ou seja, café com leite.

Xe moapysyk kamby kafery ndi.
Gosto de leite com café.

Kafery kamby ndi xe moapysyk .
Café com leite me agrada.

Kamby kafery ndi xe moapysyk.
Leite com café me agrada.

Xe moapysyk kamby kafery ndi karu.
Agrada-me beber leite com café.

Xe moapysyk îepé.
Gosto de você.
Você me agrada.

Asaûsub Tupã.
Amo a Deus.

Tupã xe moapysyk.
Deus me agrada.
Deus me sacia.

O verbo moapysyk também pode ter o sentido de "saciar, satisfazer", como este exemplo do Catecismo na Língua Brasílica:

Xe moapysyk îepé.
Sacia-me tu.

Veja também na história Îpotara Karagûatátýpe a frase "ele gosta de forasteiros", utilizando a construção i moapysyk, em que i é uma forma do pronome da 3ª pessoa usada com alguns verbos.

Outra maneira de dizer que se gosta de algo é usar a estrutura "xe apysky {coisa gostada} resé"

Xe apysyk _______ resé.
( xe / apysyk / _____ / resé )
( eu / satisfeito / _____ / com )
Eu fico satisfeito com _______.

Xe apysyk ybá resé.
Eu fico satisfeito com frutas.
Gosto de fruta.

Xe apysyk mimbaba resé.
Gosto de animais de estimação.

A partícula resé muda para sesé quando se diz "gosto dele(a)(s)", dispesando o uso do pronome ele(a)(s) explicitamente.

Xe apysyk sesé.
Gosto dele(a)(s).

Sesé xe apysyk.
Gosto dele(a)(s).